Dicas para viver em uma república

Estudantes - dividir apartamento

Já imaginou morar em um lugar com 5, 10 ou até 20 pessoas totalmente desconhecidas? Essa é a realidade de muitos estudantes brasileiros que acabaram de passar no vestibular e precisam se mudar para uma cidade diferente da sua atual. Para muitos desses estudantes, parece ser um sonho morar em uma residência com vários outros estudantes. Porém, morar em uma república pode não ser tão fácil como você imagina. Afinal, apesar de toda a empolgação, é importante ter consciência que você está prestes a dividir moradia com pessoas totalmente diferentes e possivelmente com um modo de vida diferente do seu. O WebQuarto listou algumas dicas que podem te ajudar a encontrar a república perfeita para morar e como se adaptar bem a ela.

Faça uma pesquisa rigorosa

Se você estiver se mudando para uma cidade universitária, com várias instituições de Ensino Superior, não deve ser muito difícil encontrar uma república com vagas que você possa alugar. Porém, é importante analisar cuidadosamente todas as opções antes de fazer sua escolha. Verifique se você possui o “perfil da casa”. Em uma república com pessoas que se acostumaram a muitas festas, dormir tarde, etc, você pode acabar não se encaixando bem, se for do tipo de pessoa mais tranquila. Por isso, observe o perfil dos moradores para saber se aquele é o lugar ideal para você.

Respeite as regras da casa

Após ter encontrado uma república que combine com você, é importante que você tome algumas medidas para facilitar sua adaptação ao novo lar e para melhorar sua convivência com os demais estudantes. É comum que as repúblicas tenham um regulamento interno. Portanto, tente conhecê-lo o quanto antes, para evitar quaisquer problemas. Saiba que nesse momento, você ainda é um estranho na casa. Portanto, não deixe que suas manias atrapalhem a convivência com os demais moradores. Cumpra com seus deveres rigorosamente e pague as suas contas antes do vencimento. Se lhe forem atribuídas tarefas na casa, não deixe de cumpri-las.

Aproveite o máximo que puder para se tornar menos dependente

Apesar das dificuldades, essa pode ser uma ótima oportunidade para você crescer como pessoa. Morar em apartamentos compartilhados e repúblicas é sempre uma ótima oportunidade para você se tornar menos dependente de familiares e principalmente dos seus pais. Nessa nova vida, é importante entender que ninguém arrumará sua bagunça, ninguém fará suas tarefas e ninguém obrigado a aceitar todas as suas manias. Um dos grandes desafios de estudantes que passam a morar em repúblicas é o fato de se ter que conviver diariamente longe dos pais, com pessoas desconhecidas até então. Porém, pode se tornar mais fácil se você entender que eles ou têm, ou já tiveram as mesmas dificuldades que você, então saiba respeitar o espaço dos seus roommates, assim como o seu deve ser respeitado.

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!

3 dicas para você encontrar os melhores roommates

colegas de quarto

Você está se mudando para a cidade para começar seus estudos ou para um novo trabalho. Em ambas situações, é muito comum que a melhor opção de moradia para essas pessoa seja o aluguel de um apartamento compartilhado, devido ao alto valor de aluguel e outras despesas presentes na vida do brasileiro. Antes de escolher os roommates que irão morar com você, é importante estudar cuidadosamente cada pessoa para evitar o constrangimento de ter que morar com alguém que você não consegue conviver bem. Pensando nisso, resolvemos listar algumas dicas para te ajudar a encontrar os melhores roommates para dividir moradia com você.

 Pense no tipo de pessoa com quem você prefere conviver

A convivência em apartamentos compartilhados e repúblicas pode ser difícil se você não souber escolher bem as pessoas que irão morar com você. Para evitar problemas de relacionamento, é importante que você pesquise por roommates com características semelhantes as suas. Isso também deve ser condicionado ao seu próprio estilo de vida. Se você passa grande parte do seu tempo dentro de casa, pode ser uma boa ideia procurar por pessoas com estilos de vida e idade próximos. Tradicionalmente, roommates com idade e atividades semelhantes acabam se dando melhor, facilitando a convivência diária. Porém, se você trabalha em período integral e pouco verá seu roommate, ter afinidades com ele pode não ser tão crucial assim. Ainda assim é importante analisar se ele é uma pessoa organizada, se paga o aluguel e suas despesas corretamente, ou seja, se vocês conseguirão conviver pacificamente sob o mesmo teto.

 Seus amigos podem não ser bons roommates para você

São incontáveis as histórias de amigos que passaram a morar juntos e tiveram sua amizade totalmente deteriorada ou até mesmo acabada por desavenças no imóvel. Muitas pessoas entendem que por já conhecer uma pessoa, será muito mais fácil conviver com ela diariamente. Porém, o fato de vocês se conhecerem e já terem uma amizade construída, não implica que a convivência de vocês morando juntos será positiva. Portanto, saiba analisar friamente os seus amigos, antes de passar a morar com eles. Verifique se eles atendem aos requisitos que você usaria para avaliar qualquer outra pessoa.

Também são muitos os casos de roommates que, por já serem amigos, passem a ultrapassar a linha do aceitável e usar indiscriminadamente os itens pessoais de seus colegas. Caso você esteja pensando em morar com um amigo, deixe claro para todos sobre como deve ser a convivência de vocês a partir de agora. A experiência de morar junto com um amigo pode tornar a amizade de vocês ainda mais forte, mas é preciso ter cuidado. Para ajudar na hora de saber se o seu amigo será um bom roommate, sugerimos que leia nosso artigo sobre perguntas que devem ser feitas a potenciais roommates.

Saiba que não existem roommates perfeitos

Por mais que você procure, nunca irá encontrar alguém que seja perfeito. Para dividir uma moradia com pessoas até então desconhecidas, você precisará aprender a ser flexível. Esse é um problema principalmente para pessoas que estão dividindo apartamento pela primeira vez. Mesmo que tudo indique que a pessoa escolhida para ser seu roommate tenha todas as características que você procura, é bem provável que ele também tenha defeitos e costumes que podem te desagradar. Você deve se acostumar com isso, assim como seu roommate deve se acostumar com seu estilo de vida nos próximos meses. Mas como sempre dissemos aqui no blog, o mais importante para fazer com que a relação com seus roommates dê certo é sempre se comunicar sobre o que acontece na casa. Assim, vocês podem resolver os problemas antes que eles tornem a convivência insuportável.

Deixe seus comentários abaixo. Como foram suas experiências dividindo apartamento?

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!

Dicas de como resolver os problemas com seus roommates

briga de rooommates Dividir apartamento com estudantes ou profissionais é naturalmente um desafio para muitas pessoas. São muitas as situações que você precisa enfrentar pelo bem da convivência nas moradias. Quando você passa a dividir o apartamento com desconhecidos os problemas passam a ser praticamente inevitáveis, uma vez que é necessário se adaptar e as vezes mudar seu próprio estilo de vida, pelo bem do convívio no dia a dia. Listamos algumas dicas para te ajudar a resolver os problemas de convivência que você esteja enfrentando, ou venha a enfrentar futuramente com seus roommates.

Acalme-se antes de discutir sobre os problemas

Antes de confrontar seus roommates com as situações que estão te incomodando, tente se afastar um pouco do problema e se acalmar. Se você estiver sentindo raiva, essa não é uma boa hora para iniciar uma discussão, uma vez que você pode perder o controle de suas emoções e tornar a situação ainda mais desagradável para ambos. Afinal, uma conversa aberta e sincera sempre gera melhores resultados do que uma briga que acaba com as duas partes virando as costas e evitando se falar.

Escute e assuma responsabilidades pelos seus erros

É importante que você saiba reconhecer quando for parte de algum dos problemas da moradia. Discussões como essa costumam ser inúteis, se você não souber escutar quando for alvo de reclamações de algum dos seus roommates. Se você ignorar o que os outros dizem e não tentar ser um melhor roommate também, é bem provável que ninguém irá te ouvir no futuro. Portanto, saiba reconhecer seus erros e procure evitar que eles ocorram futuramente.

Seja franco e direto, mas não faça ofensas pessoais

Em discussões como essas, você deve se ater aos fatos e nada mais. É importante que vocês discutam sobre problemas que afetem todos os moradores do imóvel. Não use desses problemas para fazer ataques pessoais a outras pessoas. Se você não gosta de algo na personalidade de um dos seus roommates, deixamos como sugestão de leitura o artigo sobre como você deve escolher pessoas parecidas com você e com seu estilo de vida.

Não tente vencer a discussão, mas encontrar uma solução

É muito comum que em uma discussão entre roommates, vários problemas acabam sendo relatados por todos os membros para tentar se redimir da culpa e repassá-la a outro. Isso acaba causando um mal estar que prejudica a convivência de todos na casa. É importante que todos saibam ouvir, aceitar sua parcela de culpa e procurar uma forma de resolver os problemas para tornar a vida melhor para todos. Nessa hora, é importante ser aberto e tentar ajudar seus colegas. Se um dos roommates não tem conseguido cumprir com suas tarefas diárias graças a uma prova importante ou outros problemas pessoais, você pode se disponibilizar a ajudá-lo, por um tempo. É importante que todos aprendam a conviver em grupo e procurem resolver estes problemas sem perder o controle emocional e sendo justo com todos. No mais, gostaríamos de saber quais tipos de problemas vocês já enfrentaram em suas moradias compartilhadas e quais estratégias usaram para resolvê-los. Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!

Questões que você deve perguntar a um potencial roommate

dividir apartamento

Já falamos algumas vezes no Blog do WebQuarto sobre a importância de procurar por roommates que combinem com você e com seu estilo de vida. Uma das melhores formas de conhecer seu futuro roommate e detectar se pode dividir o aluguel com ele, é tendo uma boa conversa com ele sobre alguns pontos críticos da relação que vocês terão convivendo no mesmo apartamento. Para ajudar você, que não sabe bem o que é importante perguntar ao roommate antes de decidir se ele é a pessoa ideal para dividir o apartamento, listamos algumas questões que geralmente são importantes de se abordar em uma entrevista com potenciais roommates. Veja nossas dicas de perguntas para se fazer ao potencial roommate:

  • Qual o tipo de roommate ideal para você?
  • Você já teve experiências anteriores dividindo apartamento com outras pessoas? Como foi essa experiência?
  • Quais atitudes dos seus roommates podem te incomodar?
  • O que você gosta de fazer em seu tempo livre?
  • Você tem namorado/namorada ou outras pessoas que viriam com alguma frequência ao apartamento? Fale-me mais sobre elas.
  • Qual sua opinião a respeito de animais na casa? (Leve em consideração as suas próprias ideias, antes de considerar a resposta do candidato positiva ou negativa.)
  • Você fuma / bebe? Com que frequência?
  • Com que frequência você irá chegar tarde em casa, durante a madrugada por exemplo?
  • Você trabalha? De onde virá o dinheiro para pagar sua parte nas contas da casa?
  • O que você gosta de assistir na TV?
  • Você estuda?
  • Qual tipo de música costuma ouvir?

Essas perguntas são apenas um modelo que você pode levar em consideração para descobrir se aquela é a pessoa certa para dividir uma moradia com você. Considere como você responderia cada uma delas e compare com as respostas dos candidatos. Pode ser um bom indicativo das similaridades ou diferenças que encontrarão durante a convivência em dividir o apartamento.

É importante ressaltar que esse tipo de conversa deve apenas te dar uma ideia sobre a pessoa que está a sua frente. Algumas respostas diferentes do que você espera não significam que vocês vão se odiar se passarem a morar juntos. Saiba que para todos, é importante ser flexível quando se decide compartilhar o lar com alguém desconhecido. Dessa forma, você precisará se dobrar a alguns costumes alheios, assim como seus roommates também o precisarão fazer. Para manter a convivência agradável, o item mais importante e que nunca deve ser esquecido é o diálogo. Saiba se relacionar de forma respeitosa e transparente com seus roommates, que eles acabarão fazendo o mesmo. Afinal, mesmo que o candidato responda todas as perguntas de forma idêntica ao que você responderia se mostrando uma pessoa bastante parecida com você, isso não os livra de enfrentar problemas e desafios na relação como roommates. O que vai definir se vocês conseguirão conviver pacificamente por um longo tempo será a forma com que vocês enfrentam esses desafios.

E você, conte-nos mais sobre suas experiências dividindo moradia com outras pessoas. Quais métodos utilizou para encontrar pessoas com quem você se daria bem?

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!