Dicas para organizar as finanças em sua república ou apartamento compartilhado

roommates_dividir_apartamento

Organizar as despesas em repúblicas e apartamentos compartilhados costuma ser um desafio para os moradores. Mesmo que você esteja morando com pessoas conhecidas ou amigos, esse é um dos temas que podem causar problemas e discordâncias em sua convivência. Portanto, é importante que vocês saibam organizar e dividir as despesas para evitar quaisquer conflitos de interesse.

  1. Para evitar problemas com as despesas da moradia, é importante que você saiba escolher as pessoas que irão morar com você. Uma das primeiras perguntas que você deve fazer aos potenciais roommates é se eles trabalham, e de que forma pretendem pagar sua parte nas despesas.
  2. Antes de aceitar um novo morador para dividir o aluguel com você, discuta cada aspecto das despesas que devem ser compartilhadas pelos moradores, e as que devem ser arcadas individualmente. Isso é importante para que todos saibam exatamente qual sua parte nas despesas do imóvel. Além disso, caso haja custos com itens como TV a cabo e internet, discutam se todos irão usá-los, para dividir justamente as mensalidades dos serviços.
  3. Discuta com seus roommates como serão divididas as despesas em época de férias ou viagens longas. Vocês devem decidir previamente se o aluguel e contas da casa devem ser pagas normalmente, além de prever quando algum de seus roommates pretende se ausentar do imóvel para evitar surpresas.
  4. Tente executar tudo que for combinado na entrevista inicial e mantenha nota de todas as despesas. Uma das melhores formas de manter o controle sobre os gastos é fazer um controle de tudo que for comprado e pago por cada morador para uso conjunto.
  5. Seja cuidadoso com os gastos com comida e itens do gênero alimentício. Como os hábitos alimentares costumam ser bastante individuais, com situações excepcionais como dietas, uso de produtos caros, etc, sugerimos que vocês evitem dividir também os gastos com comida. Porém, caso todos já se conheçam bem e aceitem bem a ideia de dividir entre todos os gastos com os alimentos trazidos para a moradia, lembrem-se de dividir os alimentos em três partes nas compras: aqueles que apenas você irá consumir, aqueles que seu colega irá consumir, e os de uso conjunto que devem ser pagos pelos dois.
  6. Mantenha a comunicação clara fluindo o tempo todo dentro da moradia. Desconfortos e conflitos são normais em apartamentos compartilhados e repúblicas. Porém, tudo pode ser resolvido se vocês mantiverem um nível de relacionamento amigável, se comunicando com todos e discutindo sobre todos os problemas ou situações incômodas que ocorrerem dentro do imóvel.
  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!

Morar com amigos nem sempre é uma boa opção

amigos morando juntosQuando um jovem começa a pensar em sair da casa dos pais, uma das primeiras opções que todos pensam é na possibilidade de dividir o aluguel com um ou mais amigos. A princípio essa parece ser uma boa ideia, já que você vai morar com pessoas que já conhece e tem uma certa intimidade. Porém, morar com amigos nem sempre é uma boa ideia. São diversos os casos de pessoas que até mesmo perderam a amizade por causa de conflitos em sua moradia compartilhada.

Um dos principais problemas que fazem com que a convivência no mesmo imóvel com amigos não dê certo é a impressão de que tudo será mais fácil com uma pessoa conhecida ao lado. Por estar morando com alguém já conhecido, as pessoas deixam de definir regras de convivência e não se engajam em resolver o mais rápido possível os pequenos conflitos que vão aparecendo com o tempo. Esse tipo de atitude acaba tornando a convivência sob o mesmo teto bastante desagradável e pode até mesmo acabar com a amizade, como você pode ver nessa história do Leandro Olímpio, que escreve para o Papo de Homem.

Muitas vezes, o fato de vocês serem amigos pode ser um dos grandes causadores de boa parte dos problemas, uma vez que um ou outro pode se sentir mais a vontade para fazer coisas que com certeza não fariam com roommates que acabara de conhecer. Por exemplo, por morar com um amigo de longa data você pode achar que não há nenhum problema em pegar algumas coisas emprestado sem autorização, usar xampoo, sabonete, etc. É muito provável que nenhum desses problemas apareça imediatamente, uma vez que seu amigo poderá não reclamar para preservar a amizade. Porém, esse tipo de situação ajuda um pequeno problema a se tornar um grande entrave na convivência diária.

Amigos que se dão bem na rua podem não se dar bem em casa

Se você está mesmo decidindo morar com um grande amigo, não espere para que pequenos problemas se acumulem e estraguem sua amizade. Até mesmo por sua intimidade já adquirida, é importante que os amigos tenham uma conversa sobre as funções, deveres de cada um, e tudo mais que se relacionar com convívio dos dois no imóvel. Dividir apartamento com um amigo é uma tarefa perigosa e difícil, mas pode se tornar bastante divertida se vocês dois se prepararem para isso e souberem respeitar o espaço um do outro, mesmo com toda a amizade.

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!