5 dicas essenciais para uma melhor convivência com seus roommates

dividir apartamento

Mesmo para aqueles que cresceram em uma casa cheia de pessoas da família, dividir apartamento com uma pessoa desconhecida costuma ser um grande desafio para estudantes de todo o Brasil. Esse tipo de convivência é bem diferente do que você pode estar acostumado com irmãos, primos, etc. Para te ajudar a ter uma experiência agradável em dividir quartos e apartamentos com outros estudantes ou profissionais, listamos cinco excelentes dicas que você pode acompanhar agora.

Seja claro desde o início

Para construir uma convivência agradável com seu novo roommate, pode fazer bem ter uma conversa assim que ele se mudar. Tente conhece-lo melhor, bem como fazer com que ele saiba um pouco mais sobre você, seu estilo de vida, as coisas que você não gostaria que ele fizesse, etc. Isso pode ajuda-los a eliminar alguns problemas antes que eles se tornem problemas na relação de vocês. Saiba que se você não deixar claro para seu companheiro de moradia as coisas que você não gosta que aconteçam em casa, provavelmente elas acontecerão algumas vezes antes que seu roommate descubra.

Respeite os pertences do seu roommate

Assim como você espera que suas coisas sejam respeitadas, é importante que você respeite o que pertencer ao seu roommate. Esse é sem dúvida um dos maiores motivos de conflitos entre roommates. Portanto, marque as coisas que forem suas e que você não gostaria que ele pegasse, mas também evite de usar os pertences que seu roommate não te deu a devida permissão.

Seja aberto e amigável

Principalmente para roommates de primeira viagem, pode ser bastante tenso começar a viver com um desconhecido. Portanto, quebre o gelo e seja amigável com seu roommate. Nem sempre vocês se tornarão melhores amigos, mas podem facilitar a convivência consideravelmente se fizerem questão de se comunicar sempre. Esse tipo de atitude pode ajudar ambos em algum conflito futuro, que poderá ser resolvido à base do diálogo.

Trate seus roommates como você gostaria de ser tratado

Provavelmente você não gostaria de viver com alguém que ande sempre de cara amarrada, trancado em seu quarto, sem possibilidades de interação. Portanto, tente evitar esse tipo de atitude. Por mais que a convivência terminará em alguns meses, você pode ficar com a consciência tranquila sabendo que conviveu bem com uma pessoa desconhecida, e que pôde aprender com essa relação.

Não seja tão possessivo

Ainda que seja importante saber respeitar os pertences dos seus roommates, esse tipo de vida requer uma mudança no comportamento quanto à suas coisas. Cedo ou tarde você irá precisar compartilhar algo com seus roommates, por isso prepare-se para tal. Saiba separar aquilo que pode e aquilo que você não quer mesmo que alguém mais use, para evitar brigas e discussões.

E você, tem mais alguma dica importante que pode ajudar na convivência entre roommates? Não deixe de nos dizer nos comentários.

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!

Conheça os horários dos seus roommates

A rotina de dividir apartamento com pessoas desconhecidas têm sido um desafio e tanto para muitos estudantes e trabalhadores brasileiros. Além de praticar tolerância e paciência diariamente, é preciso se adaptar a alguns costumes dos seus colegas visando manter uma boa convivência. E para conseguir manter essa convivência agradável, uma das principais coisas que todos devem conhecer, são os horários dos seus colegas de quarto.

Quando se divide apartamento com alguém, é importante conhecer os horários de entrada e saída dos roommates no imóvel. Isso pode evitar problemas como alguém ouvindo música às 0:00 quando seu colega de quarto precisa acordar às 6:30 para ir ao trabalho no dia seguinte. Esse tipo de situação é justamente o que pode, e deve ser evitado para preservar a relação dos roommates. Conhecer a que horas da manhã seus roommates saem de casa para estudar, por exemplo , te ajuda definir um “toque de silêncio” que possa agradar e preservar boas noites de sonos para todos os residentes. Afinal, não existe uma pessoa que fique bem humorada sem dormir direito, não é mesmo?

Para quem está a procura de quartos para alugar, também é importante analisar o tipo de vida que você leva e o tipo de vida que seus futuros colegas de quarto levam. Se você possui horários fora do padrão, às vezes chegando tarde e dormindo apenas no meio da madrugada, pode ser melhor procurar por quartos individuais, para ter mais privacidade e não ser obrigado a mudar seu horário de sono para não atrapalhar a noite dos seus colegas. Ainda assim, é importante observar que mesmo em quartos diferentes, é possível ser bastante desagradável se você não aceitar que precisa respeitar o modo de vida das outras pessoas. Muitas pessoas não tem o sono tão pesado, e podem acabar se incomodando com a luz do se quarto acesa e com o barulho vindo lá de dentro. Mas como sempre, uma das melhores formas de resolver esses atritos em apartamentos compartilhados, é o diálogo. Por exemplo, se você está pretendendo chegar mais tarde em casa na próxima noite, avisar pelo menos um dos seus roommates sobre isso vai tranquilizá-los quanto a sua ausência e até mesmo não assustá-los com o barulho de você chegando em casa durante a madrugada. Ainda assim, nada disso adianta se você chegar às 3h da madrugada, abrir a geladeira, ligar a TV, e acordar a todos. Saiba que o respeito é a principal atitude que você pode tomar para se manter em paz em qualquer moradia.

Por isso, uma forma bastante eficaz de resolver problemas como incompatibilidade de horários entre roommates é procurar por pessoas que levem o mesmo tipo de vida que você, com horários e até gostos semelhantes. Encontrar pessoas semelhantes a você pode ser o primeiro passo que te ajudará a ser mais feliz na sua convivência com os roommates. Assim, escolher pessoas com horários compatíveis, faixa etária próxima à sua, mesma ocupação (historicamente, estudantes costumam dar mais certo com outros estudantes como roommates), além de gostos pessoais semelhantes é uma estratégia bastante eficaz para evitar constrangimentos no futuro.

E você, concorda? Discorda? Quais dificuldades já sofreu ou tem sofrido na convivência com seus roommates? Compartilhe conosco nos comentários logo abaixo. 🙂

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!

Cuidados na hora de escolher um roommate

roommates

A experiência de dividir um apartamento com alguém até então desconhecido costuma ser “intensa”, as vezes de uma forma positiva e as vezes nem tanto. Para evitar todo tipo de problema na convivência com essas pessoas, é importante fazer ao menos uma análise básica sobre as pessoas que irão dividir o aluguel com você.

É comum que estudantes ou profissionais que buscam uma vaga em apartamentos ou repúblicas acabem se esquecendo de pesquisar um pouco sobre os moradores atuais do imóvel. Acabam se preocupando bastante com o quarto em si e com a localização do imóvel, quando deveriam se preocupar também com as pessoas com quem terá que conviver nos próximos meses, ou anos. Tomar esse tipo de precaução Esse tipo de atitude é o que costuma gerar atritos que desgastam diariamente a convivência dos roommates.

Também para aqueles que já estão morando em um apartamento ou casa, é muito importante conhecer melhor os candidatos às vagas. As vezes, pode acabar demorando um pouco mais para encontrar uma pessoa ideal, mas muito provavelmente, sua relação com ela será muito melhor e podem acabar se tornando bons amigos, como acontece frequentemente entre roommates.

Um dos principais erros de pessoas que estão querendo dividir um apartamento é pensar que o fato de dividir moradia com alguém que já é seu amigo, pode facilitar o processo. Na verdade, o que mais podemos observar, são histórias de amizades que acabaram desgastadas ou até mesmo que terminaram, devido a brigas e discussões por motivos diversos. De qualquer forma, sendo amigo ou não, antes de fechar o negócio, é importante que você tenha uma conversa com seu futuro roommate, para ditar algumas regras preestabelecidas na casa, além de combinar tarefas, data de pagamento de aluguel, despesas do imóvel, etc.

Além disso, separamos algumas dicas que merecem uma atenção especial:

  •  Prefira pessoas que tenham similaridades com você e com seu estilo de vida. Observar isso pode te ajudar a prever se irá ter uma boa convivência com essa pessoa. Veja um simples exemplo: Se você odeia cigarro e não suporta cheiro de cigarro por perto, provavelmente se incomodaria bastante com um fumante dentro de casa todos os dias, não é mesmo? Dessa forma, procure conhecer melhor a pessoa, e dê preferência àqueles que se encaixam melhor a você.
  • Se possível, consiga referências dessa pessoa, para receber mais informações que ela por si só não revelaria.
  • Procure saber como a pessoa irá pagar a parte que lhe corresponde do aluguel mensal. Nessas horas, você com certeza irá preferir alguém que tenha um trabalho. Muitas vezes, as pessoas começam a dividir moradia com outros estudantes ou profissionais sem ter condições de arcar com as despesas. Para evitar problemas assim, exija o depósito adiantado de um mês do aluguel.
  • Se vocês forem dividir o aluguel em um apartamento, faça com que seu futuro roommate conheça todas as regras do condomínio, além das regras internas da moradia. Isso pode ajudar vocês a evitar problemas com outros moradores do condomínio que podem gerar até mesmo multas para vocês.
  • Tenha uma séria conversa com aqueles que te agradaram a primeira vista, sobre privacidade e respeito. Procure conhecer pessoalmente a pessoa, antes que ela se torne seu novo roommate. Isso pode ajudá-los a quebrar o gelo e superar a dificuldade que é começar a morar com alguém totalmente desconhecido.

E vocês, que cuidados acham necessário antes de escolher um novo roommate? Fiquem a vontade para dar sua opinião nos comentários abaixo.

  • Está procurando uma moradia ou novos roommates? Nós te ajudamos! 🙂

    Encontre quartos, apartamentos para alugar e pessoas para dividir o aluguel. Cadastre-se já no WebQuarto. Totalmente grátis!